COMISSÃO NACIONAL

Media: Papa realça a informação que «não faz primeiras páginas» mas «coloca as pessoas no centro»

Francisco recebeu hoje um grupo de alunos e profissionais da Escola de Jornalismo da Igreja Católica na Alemanha

 

O Papa destacou hoje a missão dos media em ajudar a sociedade a ver para lá dos “muros de tristeza e de resignação”, durante um encontro com mais de 300 alunos e profissionais da Escola de Jornalismo da Igreja Católica na Alemanha.

Numa mensagem publicada pela sala de imprensa da Santa Sé, Francisco relevou um “estilo cristão” de fazer jornalismo, capaz de mostrar também as “coisas bonitas” da sociedade, que pode não fazer “primeiras páginas, mas coloca as pessoas no centro”.

“Obrigado porque, ao fazerem isto, acompanham o trabalho da Igreja. Continuem a fazer um jornalismo de pessoas e para as pessoas”, exortou o Papa argentino.

Durante a audiência com estes estudantes de comunicação, e respetivos professores, da Escola de Jornalismo da Igreja Católica na Alemanha, Francisco saudou também um tipo de informação que “denuncia as injustiças”, e se pauta pela “atitude positiva” e pelo cuidado com a “ética profissional”.

Isto num tempo em que “é muito fácil as pessoas deixarem-se levar pela opinião pública”, muitas vezes marcada por um “derrotismo e pessimismo que paralisa e cega”.

“Que ultrapassemos os muros da tristeza e da resignação e ajudemos as pessoas a abrirem os seus olhos e ouvidos, e acima de tudo os seus corações, para se assumirem como guardiões uns dos outros, filhos e filhas do mesmo Pai”, exortou o Papa.

A deslocação desta comitiva ao Vaticano, composta por 340 alunos da Escola de Jornalismo da Igreja Católica da Alemanha, teve como base a comemoração dos 50 anos daquela instituição educativa de comunicação.

“Há cinquenta anos, depois do Concílio Vaticano II, esta escola foi fundada na Alemanha com o intuito de formar aqueles que trabalham nos media. Desde então, contribuiu para a preparação de jornalistas qualificados que atuam hoje como cristãos na sociedade”, frisou Francisco.

O Papa expressou depois o seu agradecimento a todas as pessoas, responsáveis, alunos, antigos alunos e amigos que ajudaram a “impulsionar” esta Escola, tanto no âmbito da informação “secular” como “eclesiástica”.

“Vocês não fazem apenas um trabalho, mas cumprem uma tarefa e um compromisso”, completou Francisco.

 

 

Tags

Sobre o autor

Alex

Alex

Setor de Comunicação do Regional NE 1; Coordenador da Comissão para Comunicação Social - CNBB Regional NE 1 e Coordenador da Pascom Paroquia Nossa Senhora das Graças.

Adicionar Comentário

Clique aqui para comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ARTIGOS

Dom Orani João Tempesta

Dom Orani João Tempesta

D. Orani João Tempesta, Cardeal Arcebispo do Rio de Janeiro (RJ)

REDES SOCIAIS PASCOM

Participe de nossas redes sociais: curta, comente e compartilhe com todos os agentes no Brasil !