COMISSÃO NACIONAL

Papa a jornalistas: produzam notícias responsáveis sobre bem precioso da liberdade humana

Francisco recebeu jornalistas alemães nesta quinta-feira (4), no Vaticano, e atribuiu importantes responsabilidades à classe num período atual vivido por uma “evolução preocupante no mundo”, no que tange a liberdade e a dignidade das pessoas. O Papa acrescentou que as Igrejas católica e evangélica auxiliam nesse caminho.

Andressa Collet – Cidade do Vaticano

O Papa Francisco recebeu nesta quinta-feira (4), na Sala dos Papas, no Vaticano, um grupo de jornalistas católicos e evangélicos da Alemanha. A delegação participa de um encontro entre as Igrejas e os canais públicos de comunicação daquele país.

Ouça a reportagem com a voz do Papa

Ao iniciar o discurso, o Pontífice  saudou os jornalistas e também representantes da Conferência Episcopal Alemã presentes na audiência, além de se congratular pelo evento que reúne as Igrejas e a mídia pública da Alemanha, numa “expressão do diálogo vivo” que “gera compreensão, abre horizontes” e oferece uma oportunidade para “uma troca livre e aberta de informações, opiniões e análises”.

“ Isso vai em benefício dos homens e das mulheres do país de vocês. Encorajo o seu empenho de fazer com que sejam fatos, ao invés de fake news; objetividade, ao invés de boatos; pesquisa de precisão, ao invés de títulos aproximativos. ”

O Papa Francisco, então, atribuiu importantes responsabilidades aos jornalistas presentes que produzem o material que vai ao ar nos canais públicos da Alemanha ao afirmar:

“Há algum tempo estamos assistindo a uma evolução preocupante no mundo: a contestação do direito à vida, a eutanásia que está avançando, a negação da igualdade social, a falta de integração, a violação da dignidade humana e da liberdade de consciência. Nesse contexto, aos media públicos cabe a responsabilidade de tomar uma decisão definida para o bem precioso da liberdade humana.”

Francisco acrescentou que inclusive as Igrejas apoiam os jornalistas nesse caminho, já que foi confiada a elas a missão de Cristo. O Pontífice, ao finalizar o discurso, ainda agradeceu pelo trabalho desenvolvido em prol da comunicação e convidou que, sempre dentro da atividade diária do jornalismo, haja espaço para divulgar as “boas notícias”.

“ Como jornalistas, vocês colocam as pessoas ao centro da atenção, com a intenção de oferecer a sua contribuição para que a vida delas seja e permaneça digna de ser vivida. Espero que, nas reportagens de vocês, nunca faltem as coisas boas, as tantas boas notícias que valem a pena ser contadas e que dão esperança. ”

Sobre o autor

Alex

Alex

Setor de Comunicação do Regional NE 1; Coordenador da Comissão para Comunicação Social - CNBB Regional NE 1 e Coordenador da Pascom Paroquia Nossa Senhora das Graças.

Adicionar Comentário

Clique aqui para comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ARTIGOS

Dom Orani João Tempesta

Dom Orani João Tempesta

D. Orani João Tempesta, Cardeal Arcebispo do Rio de Janeiro (RJ)

REDES SOCIAIS PASCOM

Participe de nossas redes sociais: curta, comente e compartilhe com todos os agentes no Brasil !