COMISSÃO NACIONAL

Programa que acolhe migrantes venezuelanos é referência para documentário

A crise humanitária que atinge a Venezuela provocou uma forte onda migratória para os países vizinhos da América Latina, principalmente o Brasil. Segundo a Polícia Federal (PF), entre 2017 e 2018 entraram 154.920 venezuelanos pela cidade de Pacaraima (RR), cidade fronteira entre Brasil e Venezuela, mas 79.402 dessas mesmas pessoas saíram do País, em diferentes fronteiras ou aeroportos.

Reprodução Documentário

O agravamento da crise político-econômica no país vizinho fez com que a diocese de Roraima (RO) juntamente com Cáritas Diocesana de Roraima, Cáritas Brasileira, Instituto de Migrações e Direitos Humanos (IMDH), Serviço Pastoral do Migrante (SPM), Serviço Jesuíta para Migrantes e Refugiados (SJMR) lançassem o ‘Plano Nacional de Integração Caminhos de Solidariedade: Brasil & Venezuela’ com o apoio da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) para agilizar o processo de interiorização, integração e acolhida dos migrantes em pelo menos 90 Arqui/dioceses do Brasil.

Diante dessa realidade, os participantes do I Congresso de Comunicação da Signis Brasil, realizado em setembro deste ano, em Porto Alegre (RS), decidiram produzir um material para sensibilizar a Igreja do Brasil na acolhida dos migrantes.

Reprodução Documentário

Foi então que nasceu o documentário: ‘Brasil&Venezuela: Caminhos de solidariedade’, produzido pela Rede Vida de Televisão e oferecido para exibição conjunta pelos veículos de inspiração católica ligados à Signis Brasil. A pauta foi propositiva a partir do pedido do papa Francisco: “Proteger, promover e integrar”.

O documentário tem 26 minutos de duração, organizado em dois blocos. Todo o trabalho de produção foi realizado pela Rede Vida de Televisão em conjunto com a Signis Brasil, com apoio da Conferência Episcopal Norte Americana, da diocese de Roraima, do Instituto Brasileiro de Comunicação Cristã (Inbrac), da Caritas Brasileira e Rádio Monte Roraima.

Até o dia 21 de novembro, oito emissoras de inspiração católica vão exibir o documentário, algumas delas com reprises. A Rede Vida foi a primeira no dia 11 de outubro. A próxima será a TV Rede Século 21, dia 15/11; seguida pela TV Nazaré, dia 16/11; TVs Canção Nova, Imaculada Conceição e Evangelizar, dia 17/11; TV Aparecida, 18/11 e TV Horizonte, dia 19/11. Os horários de exibição variam de acordo com a programação de cada emissora. Esta articulação entre as emissoras católicas contou com a colaboração da Comissão Episcopal Pastoral para Comunicação da CNBB.

Segundo a Signis Brasil, atualmente, nos 11 abrigos em Boa Vista, há cerca de 5.113 pessoas. Em Pacaraima há um abrigo para o povo warao, estão abrigados 500 imigrantes indígenas, dos quais 260 são crianças e adolescentes. Morando nas ruas, em Boa Vista, estão aproximadamente duas mil pessoas, e em torno de 25 mil estão em alugueis.

Confira a Programação:

TV Nazaré, dia 16/11 às 22h30 com reprise em 18/11 às 14h30
TV Canção Nova, dia 17/11 às 22h com reprise em 18/11 às 19h30
TV Imaculada Conceição, dia 17/11 às 15h com reapresentação às 23h15
TV Evangelizar, dia 17/11 às 21h
TV Aparecida, 18/11 às 23h
TV Horizonte, dia 19/11 às 20h
TV Rede Século 21, dia 15/11 às 21h

FONTE: Site CNBB

 

Sobre o autor

Alex

Alex

Setor de Comunicação do Regional NE 1; Coordenador da Comissão para Comunicação Social - CNBB Regional NE 1 e Coordenador da Pascom Paroquia Nossa Senhora das Graças.

Adicionar Comentário

Clique aqui para comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ARTIGOS

Dom Orani João Tempesta

Dom Orani João Tempesta

D. Orani João Tempesta, Cardeal Arcebispo do Rio de Janeiro (RJ)

REDES SOCIAIS PASCOM

Participe de nossas redes sociais: curta, comente e compartilhe com todos os agentes no Brasil !